segunda-feira, 13 de junho de 2011

ESTRANHO DOMINGO!

Por volta das seis da manhã rumava ao aeroporto de Lisboa para familiares deixar com destino a África do Sul.Com simpatia e agradecimentos de mim se despediram.Desejei-lhes boa viagem e sem destino me fui. Precisamente sete horas e trinta, com missão cumprida. Onde vou? Para casa não, de lá tinha saído ainda não há muito.A 10 limpa de trânsito, segunda circular idem aspas, tudo a correr bem e depressa demais!Para onde vou? Ah, já sei? E num piscar de olhos Hospital Júlio de Matos adentro, seria aí que iria passar as horas seguintes fazendo  tempo para coisa nenhuma,coisa que não me falta mesmo é tempo,até um dia ficar sem tempo...!!! Na portaria nem viv’alma, fosse traficante ou santo, igual seria, nada de controlo.Entrei, estacionando o Já conhecido carro por aquelas bandas, à sombra da majestosa árvore que tantos pensamentos me têm dado. Ao longe uma silhueta de andar cabisbaixo, pensando que pensa coisa alguma, e mais outra, e outra. E por aqui se ficou tão triste visão minha, talvez por domingo ser, e mesmo estes seres desprovidos de o serem, também folga tenham metido, afinal o domingo é descanso geral.Sentei-me em frente ao alojamento psiquiátrico, vejo uma pessoa com olhar vazio acenar-me numa janela entre-aberta, ripostei-lhe do mesmo modo…e desatei a chorar qual criança abandonada, sentido o que poderia sentir se por ali estivesse hospedado…coloquei os óculos escuros, não fosse algum auxiliar me ver naquele pranto, e prontamente arranjar colega para tão triste figura à pouco avistada na janela em frente!

Sem parar de lágrimas me inundar, saquei da minha inseparável sebenta e meditei em forma de escrita:

"...FODA-SE, QUE PUTA DE VIDAS!"

7 comentários:

- disse...

..Os pensamentos são tristes e eu percebo porquê, mas irmão, dentro deles tens de encontrar os mais alegres e deles fazeres cavalo de batalha...um onde te podes agarrar é o facto que tens quem goste de ti, apesar da ingratidão de outros mais tristes, O local para te sentires não tem de ser o Hospital...pode ser onde quiseres, talvez quem sabe na Esperança que tudo tem um sentido e que um dia tudo vai ser uma triste lembrança mas não passar disso mesmo, uma lembrança triste onde irão imperar montes de coisas boas...é esse o caminho e é esse o meu mais sincero e profundo desejo...Abraço forte do teu Irmão que muito te estima.
FORÇA!!!!!

acácia rubra disse...

Por vezes procuramos lugares que nos sintetizem na dor, solidão.

Olha, Amigo, quando saímos desses lugares, não vimos mais fortes. Apenas trazemos a sensação de que lavámos alguns pedaços da alma. As vidas que vemos passarem são como as que vamos encobrindo e o teu desabafo final , compreendo-o muito bem. Porque verbalizaste o meu.

Beijo carinhoso

Fê-blue bird disse...

Há locais que são o espelho da nossa alma e precisamos de os exorcizar para podermos seguir em frente.
Uma coisa aprendi com a vida, tudo passa, pode é demorar a passar.
O importante é seguir sempre em frente, e viver um dia de cada vez.

Beijinhos meu amigo

Anónimo disse...

Agarra-te às palavras,e aos muitos amigos que bondosa pessoa que és,não te faltaram.Li no post da tua Nina,a bichana dizer que tens coragem para dar e vender.Vítor,quem escreve COM TUDO,E MAIS AS LETRAS TODAS, da forma que o fazes,díria muito mais que a tua Gatinha.És GRANDE,vÍTOR,ENORME!

B.A.

Fernanda disse...

Há nomes que nos trazem a portas semi abertas ... semi fechadas. A casas onde há pessoas à janela e outras onde as pessoas se passeiam por estranhos lugares ao Domingo.

Meu amigo, se mo permite, acabei de o conhecer e já sinto um nó na garganta. Sei que tenho o semblante carregado, com uma prega entre as sobrancelhas...
Sei-o porque as lágrimas estão prontas a irromper, mas eu teimosamente não as deixo sair. Hoje não!

Hoje quero dar-lhe algo que o faça sorrir.
Sinto que estou aqui por alguma razão. Primeiro foi o nome, há outro Vitor amigo na minha vida, um de longa data, deveria conhece-lo, depois foi o que li.
Sei que não é feliz, ou então este texto saiu-lhe num dia muito cinzento.
Para lhe dar alguma cor, deixo -lhe aqui um pensamento mais positivo.

"Ninguém pode voltar atrás e começar de novo, mas todos podemos começar hoje a mudar a nossa vida.
Maria Robinson"

Gostaria muito que fossemos amigos.
Mesmo que não me procure, eu voltarei. Prometo.

O meu nome é Fernanda mas todos me chamam por

Bemsei disse...

Oh, imaginei todo o teu sentir...só imaginei, porque o sentir e as lágrimas foram tuas...

Um beijo de carinho

acácia rubra disse...

Vitor

Há um selo para ti. Vai buscá-lo, está bem?

Beijo