sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Passarões,passarinhos...e o rouxinol!!




...Nunca naquele poleiro me hei-de empoleirar, dezenas de vezes o disse. Acreditou piamente que nunca o faria, voava de árvore em árvore, de tronco em tronco, mas nunca naquele poleiro aterraria.Causava-lhe tonturas. E esta das tonturas, deixou os outros passarões de asa, e bico aberto. Então aqui o nosso rouxinol tem tonturas? Não, nós passarões não temos tonturas, e o rouxinol é tal e qual um pássaro como nós! Podemos voar a quilómetros da terra que não padecemos desse mal. Somos pássaros ou não? Um dia ainda cá vem poisar! Passaram-se largos anos, e o rouxinol ia cumprido a sua promessa, nada daquele poleiro, nem mesmo morto de cansaço de tantas horas a voar. Antes aterrar em tronco alheio, mesmo correndo o perigo de ser expulso à bicada, comentava! E assim contente, livre, e feliz ia vivendo, cruzando os céus a seu bel-prazer, e sempre aterrando onde muito bem lhe apetecia, mas nunca naquele poiso, isso é que não! Mas não há bela sem senão, e um belo dia lá naquele poleiro, o tal que tinha jurado que nunca ali haveria das suas patas marcar, foi-lhe acenado pelos passarões uma enorme presa, que tinha sido capturada em árvore alheia, e de forma clandestina, com alguns passarinhos mortos na contenda. Tinha fome, a presa era apetecível, e pensou? Então? Uma só vez não fará mal, os passarinhos, os que não deram pela matança não darão pelo quebrar da promessa.Vou-me fazer ao banquete! Assim fez. E nunca mais parou de o fazer, pois ficou a saber histórias dos passarões, histórias macabras, que o obrigaram a ter que ali sempre pornoitar, e alimentar, sob risco de perder a vida se tal não o fizesse. E bem lá no fundo até nem se importou muito, ou mesmo nada, pois é mais fácil viver no meio dos passarões, do que nos passarinhos…!!!

9 comentários:

Nice disse...

Tou confusa....ai que tou mesmo confusa.... Não! Espera! Lembrei-me que és do Benfica!!!

alfa disse...

Mais um rouxinol traído ou atraído pela gula. Que, enorme presa seria essa...? capaz de fazer até um rouxinol, acreditar que pode, tal como os Homens, ter mais olhos que barriga?

Vitor disse...

Ó stora Nice,atão tás confusa porquê?...e não te metas com o meu benfas,que faço-te a folha ;-)

Pois é Ana Luisa,quando somos tentados a ter uma vida melhor,mesmo que à pala da corrupção...alguns não hesitam,é o caso!E não é que conheço a porra deste corrupt,ai...rouxinol!

Paula Barros disse...

Meu amor, sempre foste um grande passarão... e eu que o diga!Como o rouxinol sempre partilha-mos grandes banquetes.
Nuncas digas, desta água não beberei.
E digo-te outra."OS HOMENS SÃO COMO O VINHO:A IDADE ESTRAGA OS RUINS, MAS APRIMORA OS BONS.
Um grnde beijão maridão.

Paula Barros disse...

Paula Barros disse...
Nice a minha águia do BENFICA é um grande passarão!!!
beijokas fofa.

Vitor disse...

Querida esposa, chegar aos cinquenta e ter elogios destes, até a baba me cai;-)…mas “passarão”, apenas porque sou Perú,e como tal grandes “banquetes” ao longo da vida…os outros passarões,passarinhos,e rouxinóis, são contas de rosários diferentes!...

Beijoca grande

Mariparva disse...

muito obrigada pelo comentário. Bons textos aos quais também penso ficar de visita *

Maria João disse...

Caramba! É um passarinho comodista!
Um passarinho muito cheio das habituais humanas fraquezas... mas que presa seria essa que o fez assim perder opinião, orgulho, liberdade e dignidade? :o
Abraço!

Vitor disse...

Pois,Marias...era uma presa demasiado apetecível,para que a tentação fosse esquecida...assim ao estilo do "face oculta"